sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

A procura da liberdade sem prisão. Parte - 1

Em um tempo onde ninguém conseguia imaginar, perdido na grandeza de se encantar com as pequenas coisas que se existia, havia uma pobre e inocente donzela, a qual estava sempre a procura do inusitado para assim te proporcionar o entusiasmo que tanto te influenciava a existir. Sua principal atividade era observar as grandes, longas e altas danças das borboletas coloridas, girando e exalando sua beleza de um lado ao outro, com movimentos rotativos e com um único intuito omisso a inocência da pobre donzela a qual só as via como professoras da elegância com suas lindas e onduladas asas. Passear naquele bosque era como se fosse imortal, a procura de uma grande e exagerada aventura diária, a espera da liberdade de algo que não a prendia, uma compreensão de uma vaidade sem existir porquês, ou ao menos o pra quem, se é que aquele rapaz de capa azul aventura era fruto da imaginação fértil da garota inusitada que só estava a procura da prisão invejada por todos que não possuem, ou que omitem o desejo, o amor. 


sexta-feira, 9 de maio de 2014

VESTIDA DE VERMELHO

De encontro marcado,
Momento de frio na barriga,
Uma sensação estranha,
sem entendimento,
Porque essa apreensão,
Se a vejo todos os dias ?!?!

Não, hoje era diferente,
Ela não estava com aquele VESTIDO BRANCO,
O qual a deixava deslumbrante.
Ela tinha se preparado especialmente para essa ocasião.

Estava diferente.
Algo impedia de mostrar sua beleza,
Algo impedia de vê-la.
Que agonia, que angustia.
Queria observá-la mais do que qualquer outra.

As que passavam por lá,
Tomando a visão,
Não interessavam.
Naquele instante,
Só queria apalpa-la,
pelo pouco tempo que fosse.

Aquela PAIXÃO diaria estava sufocando,
Tomando conta de cada GOTA DE SANGUE,
Cada SUSPIRO .
O que fazer?!?!
Correr ao encontro dela,
Ou esperar sem pressa?!?!

Eh! Estava MAGNIFICA,
Vestida com aquele LONGO E RELUZENTE VESTIDO VERMELHO,
Se destacando entre todas,
E daquele HOMEM APAIXONADO,
Em mente poucas palavras,
Prém o sentimento era de puro AMOR.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

COMO UMA HISTÓRIA A SER CONTADA

É esse aquele momento em que toda a sua ficha cai,
Aquele momento no qual você percebe 
que não consegue viver sem ter aquele sorriso por perto,
Sem ter aquele olhar de quando você esta me achando bobo,
Ou até mesmo quando você me olha e nós dois ficamos calados e começamos a rir de nós mesmos,
Meu mundo sem você é tão insignificante que não consigo ficar tanto tempo assim longe,
Tudo poderia ser como um conto de fadas, onde sempre acaba com um "feliz para sempre",
pena que a realidade é solida
e não pode ser moldada por desejos
e é nesse momento nostálgico o qual percebo que tudo passara a ser historias 
onde serão lembradas com bastante carinho ao longo dos tempos.


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Onde é que estou, se não consigo estar onde estou ??

Onde é que eu estou, em que galaxia, em que mundo, onde? onde?
Nesse momento não consigo me achar, penso que não estou aqui onde estou, sabe?!
É meio estranho essa sensação, e também sem sentido a explicação,
Pelo simples fato de não ter uma explicação,
Acho que tó ficando louco mesmo só pode....
Enfim, só queria mesmo me achar!



A melodia dessa musica me fez pensar -- Stairway to Heaven - Led Zeppelin

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

"A PIOR DOENÇA É O SILÊNCIO E O MEDO. "
Guerreiros da vida
Marcia KUPSTAS

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Tudo Nostálgico Demais

Na presença do escuro
Somente a vista as estrelas
e o som tranquilizante das ondas
beijando a terra fofa
Nesse momento uma chuva de ideias confusas na mente,
Apenas a certeza de que está vivo.
Em meio a confusão mental
a nostalgia toma de conta do espaço
de um lado uma dose de tequila e do outro
uma caneta e um caderno já velho e rabiscado.
Surge então a ideia de jogar tudo para o papel,
todas as ideias, os pensamentos, as lembranças,
os amores, decepções, a falta de carinho, o desprezo.
Pouco a pouco a mente se alivia,
como se estivesse agradecida pela a ação.
As lembranças, agora, se foram,
acaba de ser jogadas ao mar,
sendo levadas por ondas e mais ondas para lugares distantes.
Em meio a tranquilidade obtida,
a dose de tequila é levada até os lábios,
e ingerida, esvaziando por inteiro.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Férias ...

Hello Povos e Povas...

Ferias... A data esperada por qualquer um, o momento de aproveitar ao máximo cada milésimo de segundo... Viagens, lazer, diversão, reencontros e compras. Tudo isso e muito mais, só que nem sempre sai como o planejado.
Ao decorrer do ano planos são elaborados para a tão esperada data, como locais a visitar, o que comprar, quantas garotas vai "rolar algo", e no final nada disso acontece ou por falta de ordem ou pelo simples fato de não dividir as tarefas.

Mas logo nas ferias ter ordem e disciplina?!

É um pouco chato mais é nessessário para aproveitar tudo... Então fica a dica para vocês, tenha um tempo para se organizar e saborear as suas férias. :D